Afinal, eu sei que você quer saber ;)


… que pouca gente sabe. eu não sabia de nenhum desses 😛

Quer assunto mais polêmico? A pornografia resiste aos séculos e parece ganhar fôlego à cada dia. Pensando nisso, o Listverse fez uma lista que mostra algumas curiosidades sobre a pornografia que pouca gente sabe.

10 – Nem sempre a pornografia foi explícita
Embora não tenha acontecido de forma explícita, a pornografia floresceu na era vitoriana. Em 1834, uma investigação encontrou mais de 57 lojas pornográficas numa única rua. Literaturas especiais, referentes a flagelação e homossexualismo apareceram nesta época, o que prova que as pessoas foram muito discretas com a utilização dela.

9 – Austrália: bem rigorosa
A Austrália possui leis rigorosas, que proíbem posse e distribuição de pornografia em todo Território do Norte, na Austrália. Em 2007, o governo estabeleceu regras de vigilância dos computadores usados pelos funcionários públicos do Território, como forma de evitar o abuso sexual infantil entre os aborígenes da região. Além da pornografia, o álcool, falta de educação e desemprego são os grandes causadores do problema.

8 – Uma das mais poderosas indústrias do mundo
A pornografia é uma indústria muito poderosa – tanto que, a ela se deve grande parte da “guerra de formatos” ao longo dos anos. Um exemplo disso, foi a vitória arrasadora do VHS sobre o Betamax. A receita pornográfica é maior do que todas as receitas combinadas de profissionais do futebol, beisebol, basquete e franquias.

Clique em mais

7 – Pornografia diminui a criminalidade
Contrariando o que muitas pessoas dizem, os países com mais fácil acesso à pornografia hardcore têm as mais baixas taxas de criminalidade do mundo. Um bom exemplo disto é o Japão, onde um estudo realizado em 1995 constatou que “apesar do grande aumento na disponibilidade de pornografia, não só houve diminuição em crimes sexuais como no número de delinquentes juvenis, que baixou significativamente”.

6 – Pornografia x Grupos não-governamentais
Existem dois grupos não-governamentais que se opõem à pornografia: religiosos e feministas. Ambos os grupos afirmam que a pornografia pode ser viciante e as feministas a consideram humilhante para as mulheres. Do lado do grupo religioso, a Igreja Católica considera que a apreciação de pornografia é uma “ofensa grave”, que leva à perdição.

5 – Dá dinheiro (apenas para mulheres)
A maioria dos astros pornôs ganham entre US$ 50 e US$ 1500. Eles são pagos por cena (e não por hora) e geralmente não são pagos royalties. Por outro lado, as mulheres podem fazer até um quarto de milhão de dólares por ano. Algumas se tornam tão ricas, que aposentam-se ainda jovens. A mais rica estrela pornô, Jenna Jameson, recentemente colocou sua Lamborghini à venda no eBay.

4 – Afim de virar ator pornô?
Se você for homem e quiser entrar na carreira pornográfica, suas chances de ser aceito para integrar um filme pornô são mínimas. Se, no entanto, está disposto a fazer um pornô gay, existe um enorme buraco no mercado e você vai se dar bem, a menos que você seja horrível. As oportunidades são enormes.

3 – A procura aumenta cada vez mais
Em média, 50% dos hóspedes de hoteis procuram por pornografia em seus televisores. Essa procura fez com que grander corporações como Hilton, Marriot, Hyatt, Holiday Inn e Sheraton descobrissem que quase 70% dos seus lucros globais de serviços de quarto vinham de aluguel de filmes pornôs.

2 – Internet is for porn
O número total de sites pornográficos chega a 4,2 milhões neste momento. Isso totaliza cerca de 270 milhões de páginas pornôs individuais. Em uma base diária, existem cerca de 68 milhões de pedidos de pesquisa pornô e 2,5 bilhões de e-mails spam pornográficos. Vinte por cento dos homens admitem ver pornografia no trabalho durante a semana, enquanto apenas treze por cento das mulheres admitem o mesmo.

1 – Fluffer: um funcionário sem igual
Muita gente não sabe, mas nos primórdios da indústria do cinema pornô, existia uma função tão importante quanto a dos atores. Era os “fluffer”, responsável por “despertar” os atores do sexo masculino antes de filmar. Eles executavam atos sexuais com os atores e precisava mantê-los “limpos” entra uma cena e outra. Embora os fluffers tenham perdido espaço para drogas, como o Viagra, alguns estúdios ainda utilizam-nos, especialmente nas cenas estilo “gang bang“.

Fonte: http://colunistas.ig.com.br/obutecodanet/2009/02/06/10-curiosidades-sobre-a-pornografia-que-pouca-gente-sabe/#more-39322

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: