Afinal, eu sei que você quer saber ;)


10º. O Gaiteiro de Hamelin:
No Conto do Gaitero, nos temos uma cidade infestada por ratos .Um homem chega vestido com roupas de gaiteiro (um caleidoscópio de cores) e se oferece para livrar a cidade dos vermes. Os aldeões concorda em pagar uma grande soma de dinheiro se o flautista puder fazer isso – e ele faz. Ele toca música em sua gaita, o que atrai todos os ratos para fora da cidade. Quando ele retorna para o pagamento os aldeões não pagam o combinado, então o gaiteiro leva todas as crianças da cidade também.
Nas suas mais modernas variantes, o flautista atrai as crianças a uma gruta fora da cidade e quando os aldeões finalmente concordam em pagar, ele manda-as de volta. No original mais sinistro, o flautista leva as crianças a um rio onde todos eles se afogam (excepto um rapaz que coxo não podia acompanha-los). Alguns modernos estudiosos dizem que há conotações de pedofilia nesse conto de fadas.

9º. Chapéuzinho Vermelho:
A versão deste conto com que a maioria de nós está familiarizados acaba com Chapéuzinho vermelho a ser salva pelo lenhador que mata o lobo mau. Mas, na verdade, a versão original em francês (por Charles Perrault) no conto não foi tão simpática.

Nesta versão, a menina é uma mocinha bem educada que recebe falsas instruções pelo lobo quando ela pergunta o caminho para sua avós. A Chapéuzinho Vermelho segue os conselhos do lobo acaba sendo devorada. E aqui acaba a história. Não há lenhador – não há avó – só um lobo gordo e uma Chapéuzinho Vermelho morta. A moral desta história é não seguir conselhos de estranhos.

Para ler mais, clique em 

8º. A Pequena Sereia:
A versão 1989 da Pequena Sereia poderia ser melhor conhecido como “A grande mentira!” Na versão Disney, o filme termina com Ariel sendo transformada em um ser humano, para que ela possa casar com Eric. Eles casam num um casamento maravilhoso com a participação de seres humanos e marinhos.
Mas, na primeira versão por Hans Christian Andersen, a sereia vê o Príncipe casar com uma princesa e ela se desespera. É-lhe oferecida uma faca com a qual a pode esfaquear o príncipe, mas em vez de o fazer ela saltou para o mar e morre, transformando-se em espuma. Hans Christian Andersen modificado ligeiramente o final para o tornar mais agradável. Em seu novo final, em vez de morrer, quando se transforma em espuma , ela transforma-se numa “filha do ar” à espera de ir para o céu – por isso, francamente, ela ainda está morta, para todos os efeitos.

7º. Branca de Neve:
No conto da Branca de Neve com o qual todos conhecemos, a Rainha pede a um caçador para matá-la e trazer de volta o seu coração como prova. Em vez disso, o caçador não pode mata-la e retorna com o coração de um javali. Agora, felizmente a Disney não fez muito dano a este conto, mas eles deixaram de fora um importante elemento original.
No conto original, a Rainha realmente pede o fígado de Branca de Neve e os pulmões, que vão ser servido ao jantar naquela noite! Também na versão original, Branca de Neve acorda quando ela é empurrada pelo cavalo do príncipe quando ele a carrega para o seu castelo – não por um beijo mágico. O que o príncipe queria fazer com uma rapariga morta eu deixo para a vossa imaginação. Oh – na versão Grimm, o conto termina com a rainha sendo forçada a dançar até a morte em sapatos em brasa!

6º. Bela Adormecida:
Na versão original, a encantadora princesa é adormecida quando pica o dedo numa agulha .Ela dorme por cem anos, até um um príncipe finalmente chegar, beija-la e desperta-la .Eles apaixonam-se, casam e vivem felizes para sempre. Mas, infelizmente, o conto original não é tão doce (na verdade, você tem que ler isso para acreditar.)
No original, a jovem é colocada para dormir por causa de uma profecia, ao invés de uma maldição. E não é o beijo de um príncipe que acorda: o rei ao vê-la dormindo, e gostando do que vê , estupra-a . Após nove meses ela dá à luz a duas crianças (enquanto ela ainda está dormindo). Uma das crianças chupa o dedo, que remove o pedaço de linho que estava a mantê-la dormindo. Ela acorda estuprada e mãe de dois filhos.

5º. Rumpelstiltskin:
Este conto é um pouco diferente dos outros, porque foi modificado pelo autor o original para torná-lo mais macabro.

Na versão original do conto, Rumpelstiltskin transforma palha em ouro para uma jovem que enfrenta a morte a não ser que ela consiga fazer isso. Em troca, ele pede-a seu primeiro filho. Ela concorda – mas quando chega o dia para entregar a criança, ela não consegue. Rumpelstiltskin diz a ela que ele vai deixá-la fora do negócio, se ela adivinhar o seu nome . Ela ouve-o cantar o seu nome perto do fogo e por isso ela adivinha-o corretamente. Rumpelstiltskin, furioso, corre longe, para nunca mais ser visto. Mas, na versão atualizada, as coisas são um pouco maia confusas. Rumpelstiltskin fica tão irritado que ele bate o seu pé direito no solo. Ele então pega a sua perna esquerda e rasga-se no meio, o que o mata.

4º.Cachinho de Ouro e os Três Ursos:
Neste conto, ouvimos falar da linda Cachinho de Ouro que encontra a casa dos 3 ursos. Ela entra e come a sua comida, se senta nas sua cadeira e, finalmente, dorme na cama do urso mais pequeno. Quando os ursos voltam para casa eles encontram-na a dormir – ela acorda e escapa para fora pela janela aterrorizada.
Na versão original (que na datas de 1837), tem duas variações possíveis. Na primeira, os ursos e encontrar Cachinho de Ouro e comem-na. Na segunda, Cachinho de ouro é na realidade uma velha bruxa que salta para fora de uma janela quando os ursos a acordam . A história acaba por dizendo que ela ou quebrou o pescoço ou foi presa por vagabundagem e mandada para a “Casa de Correção”.

3º. João e Maria:
A versão conhecida de Hansel e Gretel, fala de duas criancinhas que ficam perdidas na floresta, até encontrar seu caminho para uma casa de gengibre e doces que pertence a uma bruxa. As crianças acabam escravizados por um tempo em que a bruxa as prepara para comer. Eles encontram a saídas, atiram a bruxa no fogo e fogem.
Na versão francesa anterior deste conto (Chamado The Lost Children – As Crianças Perdidas), em vez de uma bruxa, temos um demónio. Agora o demónio é enganado pelas crianças (da mesma forma que Hansel e Gretel), mas resolve isso e põe um chicote para fazer uma criança sangrar (isto não é um erro – ele realmente faz isso). As crianças fingem não saber como chegar ao chicote portanto a mulher do demónio demonstra. Enquanto ela está deitada, as crianças cortam a sua garganta e escapam.

2º. A Garota Sem Mãos:
Francamente, a versão revista deste conto de fadas não é muito melhor que o original, mas há diferenças suficientes para incluí-lo aqui.
Na nova versão, a um pobre homem é oferecido muita riqueza pelo diabo se ele lhe der o que está atrás de seu moinho… O pobre homem pensa que é uma macieira e concorda – mas é a sua própria filha. O diabo tenta levar a filha, mas não pode porque ela é pura. Então ele exige levar o pai, a menos que a filha permita que o seu pai corte as suas mãos. Ela concorda e o pai corta as mãos dela. Isso não é particularmente simpático, mas é um pouco pior em algumas das variantes anteriores em que a menina corta as suas próprias mãos para ficar feia para o irmão que está tentando estuprá-la . Em outra variante, o pai corta fora a mão da filha, porque ela se recusa a fazer sexo com ele.

1º. Cinderela:
No conto de fadas moderno temos a linda Cinderela apaixonada pelo príncipe e as irmãs más casando com dois senhores – com todo mundo feliz para sempre. O conto de fadas tem suas origens no por volta do Século I A.C, quando a heroína de Strabo se chamava Rhodopis, e não Cinderela. A história era muito semelhante à moderna, com a exceção do sapatos de vidro e da carruagem de abóbora.
Mas, por trás da história bonita há uma variante mais sinistra do que a dos Irmãos Grimm: nesta versão, as desagradável irmãs más cortam partes de seus próprios pés, para servir nos sapatos de cristal – esperando enganar o príncipe. O príncipe é alertado para o tramóia por dois pombos que bicam os olhos da irmãs . Elas acabam passando o resto de suas vidas como pedintes cegas enquanto Cinderela vivi no luxooso palácio do príncipe.

Vi no MedoB. O.o’

Anúncios

Comentários em: "Os 10 Contos de Fada mais macabros de todos os tempos!" (23)

  1. leide metal disse:

    Nossa a da Bela adormecida é braba……….

  2. ●•´¯¤яลợµэℓ¤¯`•● disse:

    Nossa, adorei as versões sinistras <o/

  3. Ora, Samuwin, são as versões originais estas umas e remontam à Idade Média; entretanto os bonzinhos, feito o sr walt disney, mudaram-nas pra transformá-las em coca-cola, ou seja, algo vendável…

  4. erros de português: muito bom o tema escolhido por ti, a versão original, tenebrosa pras molecada de hj em dia, dos agora inofensivos contos de fadas, entretanto cabôcão, presta atenção logo no início das narrativas:”Os aldeões concorda em pagar uma grande soma de dinheiro” o correto seria os aldeões (creio que é aldeães, a propósito) CONCORDAM em pagar, certo? toma cuidado, e continue nos passando essas preciosas informações.
    falow

  5. […] Escrito por Abilio Pacheco em 21 21UTC Fevereiro 21UTC 2009 Os dez contos de fadas mais macabros de todos os tempos […]

  6. A julgar pelas “versões originais”, os contos deveriam ser chamados “de bruxas” e não “de fadas”… rs

    Há um livro chamado “A Psicanálise dos contos de fada” que mostra versões ainda mais sinistras pois evidenciam o conteúdo sexual de cada fábula.

    Para mais informações sobre Psicanálise, visite minha página.

    Um abraço!

  7. coisa mais idiota ridiculo isso.ta mais pra historia pra boi dormi resumido ridulo mesmo

  8. Bom, se for real, os autores dos contos tinham serios problemas mentais Oo

  9. […] fadas tem suas origens no por volta do Século I A.C, quando a heroína de … fique por dentro clique aqui. Fonte: […]

  10. NOOOOOOOOOOOOSSA :O a da “garota sem as mãos” é péssima, igual a da Bela Adormecida :O que horror!

  11. Curiosidade: de onde você tirou isso???

  12. samuwin disse:

    No Blog MedoB

  13. da bela adormecida ehhh porrada neh???

  14. sabryyna disse:

    essa da bela adormecida estrupada foi fodahhhh heinnn…..nooooooooossssssaaaaaaaaaaaaaaa!!!

  15. Bruxinhahh disse:

    O da Bela Adormecida, foi Foda, sinistro…

    O mulher de sorte, dorme e acorda com 2 filhos…
    kkkkkkkkkkkkkkkk…

  16. Bem bacana algumas histórias bem interessantes, mas não entendí muito essa da Bela adormecida…. Na verdade ela deve ter acordado com o barulho do choro dos bebês… rsrs
    Já ouvi dizer que a disney altera sim um pouco das histórias para serem pelo ao menos vendíveis, mas essas alterações citadas a cima não são 100% reais…. esses livros se publicados na época com tal conteúdo teriam causado até torturamento dos autores… o que (não tenho certeza) mas acredito que não ocorreu…
    DETALHE: O kikoreis FICA CRITICANDO MAIS ESCREVE ERRADO TAMBÉM… “presta atenção logo no início das narrativas” <– ESTÁ ERRADO O CERTO SERIA, "PRESTE A ATENÇÃO NO INÍCIO DAS NARRATIVAS" SÉRIO,
    QUEM É VC PRA CRITICAR OS OUTROS… PARA SE CRITICAR O PRÓXIMO DEVE-SE SER PERFEITO… ( o que não é o caso…)
    "Quando você aponta um dedo para outra pessoa já existem 3 dedos apontados para tí"

  17. Essa net é triste… copy + paste pra todo lado!
    Não sei se esse texto originou daqui, mas li a mesmissima coisa em pelomenos outros 3 sites/blogs…

  18. Elequisffy disse:

    Aff’s…Meu colega me mandou entrar aquii…Eu devia ter ignorado…Horrendo-o!

  19. o da pequena sereia é o mais lindo, não? muito romantico..

  20. É muito legal esses contos. A disney deu uma boa maquiada neles…

  21. bom, as versoes originais
    deveriam ser mantidas, tem muito mais ação e,
    até criançinhas preferem terror do que romance…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: