Afinal, eu sei que você quer saber ;)


É um bosque tão fechado que, quando o sol brilha sobre ele, a luz penetra pelos vãos entre as copas das árvores e forma pilares de luz. Tem aspecto fantasmagórico. Depois de um tempo caminhando, as árvores se fecham de tal maneira que é impossível ouvir algo além dos sons que a natureza faz.

Digamos que você não saiba da reputação de Aokigahara e resolva fazer um passeio. Logo nos primeiros passos, ao notar placas que dizem “por favor, reconsidere” ou “antes de decidir morrer, consulte a polícia”, você vai perceber por que o escritor Wataru Tsurumui definiu o bosque como “o lugar perfeito para morrer”em seu livro “The Complete Manual of Suicide”.

Anualmente, cerca de 70 pessoas vão para Akigahara e nunca mais voltam. A forma mais comum de suicídio é por enforcamento. Isso não é de hoje. Existem registros de que, por volta de 1830, quando o Japão passava por um gigantesco perrengue econômico, as famílias de camponeses famintos abandonavam bebês e idosos inválidos no bosque para que eles morressem e, assim, diminuísse o número de bocas para alimentar.

Mais sobre a floresta em Contos e Casos Reais

aokigahara_01

aokigahara_02

aokigahara_03

aokigahara_04

aokigahara_05

aokigahara_06

aokigahara_07

aokigahara_08

aokigahara_09

aokigahara_10

aokigahara_11

aokigahara_13

aokigahara_14

aokigahara_15

aokigahara_16

aokigahara_17

aokigahara_18

aokigahara_19

 

Anúncios

Comentários em: "Floresta Aokigahara – Refúgio dos Suicidas" (25)

  1. Que bizarro!!!

  2. MUITO LOCOOOO

  3. wow.

  4. que loucura isso!! deveria haver um policiamento nesse local!!

  5. WILLIAM HADDAD disse:

    É A DISNEY DOS SUICIDAS

  6. Obviamente é um exagero, talvez o número de suicidas tenham dado a fama ao lugar e não o contrário, ou seja, florestas tropicais são muito mais escuras, quentes e úmidas, verdadeiros ‘infernos verdes’. Não é à toa que se considera o pior terreno para as guerras, vide a famosa guerra do Vietnã, basicamente travada em florestas tropicais, os EUA além de levar uma piabada, fugiu vergonhosamente…

  7. Nossa!! Imagina acampar num lugar desses!!! HAHAhha

  8. também é considerada o lugar mais assonbrado do Japão, devido aos suicidios.

  9. cara…que legal pra acampar!

  10. A morte mais covarde que possa existir, a de alguem tirar a propria vida…
    Pessoas que nao tem coragem de encarar as dificuldades da vida, se matam e perdem o que tinha de mais importante….

    Abraços….

    Fiquem com Deus….

    • Acho que é o contrário, a pessoa para tirar a propria vida tem que ter uma coragem enorme. É por isso que é comum vermos o cara passar 3 horas olhando pra baixo na ponte querendo suicidar. O cara espera até que alguém o salve. Quase nunca um “suicida” comete o suicidio. Ele tenta uma, duas, três… até que um dia toma coragem. É por isso que temos tratar a depressão como uma doença que pode matar.

      • É filosófica esta questão:
        é preciso coragem para viver a vida ou coragem para tirá-la?
        Uma ainda mais profunda:
        qual o significado da vida?

        Concordo, cj, que a depressão é uma doença. É possível estar triste por um momento/dia, “mas não pelo ano inteiro”. Tem sido comum a depressão em nossos dias, devido à falta de significado que muitos atribuem a suas vidas.

        Que a gente se lembre que o dia presente é isto mesmo: um presente. Uma dádiva não merecida. E que a gente não se inquiete pelo dia de amanhã, porque “o dia de amanhã cuidará de si mesmo” e basta a cada dia o seu problema.

        Abraço!

  11. O.O wow, meldels q medo

  12. colocar policia neste local nao adianta, pq as pessoas se matam no japao sempre!!! basta uma decepção forte. já q nao tem condições de ser mendigo lá as pessoas se matam!

  13. sei de um metodo que envolve pouca ou nenhuma dor, queria nao pensar tanto em fazer isso ou então ter covardia ( ou coragem ) pra fazer isso de um vez

  14. É filosófica esta questão:
    é preciso coragem para viver a vida ou coragem para tirá-la?
    Uma ainda mais profunda:
    qual o significado da vida?

    Concordo, cj, que a depressão é uma doença. É possível estar triste por um momento/dia, “mas não pelo ano inteiro”. Tem sido comum a depressão em nossos dias, devido à falta de significado que muitos atribuem a suas vidas.

    Que a gente se lembre que o dia presente é isto mesmo: um presente. Uma dádiva não merecida. E que a gente não se inquiete pelo dia de amanhã, porque “o dia de amanhã cuidará de si mesmo” e basta a cada dia o seu problema.

    Abraço!

    Acho que é o contrário, a pessoa para tirar a propria vida tem que ter uma coragem enorme. É por isso que é comum vermos o cara passar 3 horas olhando pra baixo na ponte querendo suicidar. O cara espera até que alguém o salve. Quase nunca um “suicida” comete o suicidio. Ele tenta uma, duas, três… até que um dia toma coragem. É por isso que temos tratar a depressão como uma doença que pode matar.

    Obviamente é um exagero, talvez o número de suicidas tenham dado a fama ao lugar e não o contrário, ou seja, florestas tropicais são muito mais escuras, quentes e úmidas, verdadeiros ‘infernos verdes’. Não é à toa que se considera o pior terreno para as guerras, vide a famosa guerra do Vietnã, basicamente travada em florestas tropicais, os EUA além de levar uma piabada, fugiu vergonhosamente…

    Cara… que legal pra acampar !

    Eu sou seu medo ! >:)

  15. Huaaaaa… deve ser legal acampar lá, a não ser pelo fato que deve feder pra cacete.

  16. […] Mulher melão vestida de Betty Boop. From HELL Cinco maneiras bizarras de morrer – Lolz’ Refugio dos Suicidas. – Onde os olhos puxados vao so pra suicidar Filho perde braço e vai dormir para nao levar […]

  17. francoromao disse:

    Tem que por policia mesmo e se tentar o suicidio mesmo assim manda bala!!!!!

    “O suicidio eh muito covarde, tirando sua propria vida” – É claro, pq se for tirar a vida do outro não é mais suicidio! Dã

  18. lambert disse:

    japones e mesmo um povo organizado. 😉

  19. Chamar um suicida de covarde é uma grande covardia. Não é natural que as pessoas queiram morrer, alguém com essas idéias está doente e precisa de ajuda. Isso é sério. É sério mesmo quando a intenção não é realmente morrer, e sim chamar a atenção. Isso se chama depressão e precisa ser tratada por profissionais e exige muita compreensão e apoio familiar.

    Um irmão do meu amigo já tentou se matar três vezes, e nas três foi impedido. Na primeira, por pura sorte, nas outras por cuidado que os familiares já tinham, não foi por sorte que eles frustraram os dois últimos planos mais elaborados que o primeiro.

    Hoje em dia ele está curado, é casado e tem um filho. Uma vida maravilhosa que agora ele dá valor e agradece por ter sido impedido de ceifá-la.

  20. Um suicida nao é um covarde, muito pelo contrário, é extremamente corajoso, para vencer seus instintos, seus sentimentos e principalmente suas ambicoes, provando ser mais forte do que tudo, e que nao aceitará mais viver com a dor que sente.

    • Disse Jesus:
      “Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo e leve.” (Mateus 11:29,30)
      Nenhuma vida é inútil, todos temos um potencial maravilhoso em nossas mãos. Mas o que seria mais corajoso? Ajudar vítimas na guerra ou escolher escolher se isolar de tudo e todos?

  21. Deixe quem quiser se matar ficar a vontade!
    Antes matar a sí mesmo que matar outras pessoas…
    Aliás…o Japão é o lugar onde existem mais suicídas em todo mundo, a grande maioria deles são jovens e esta é uma prática muito comum entre eles.
    Na boa…Isso não me choca nenhum pouco, tem mais haver com uma questão cultural que com qualquer outra coisa.
    Para mim é muito mais interessante observar as questões culturais que perpetuam situações como estas; eles mesmos não se importam…. lol

  22. Ana, o suicídio no Japão pode ter raiz cultural, principalmente pelos samurais que usam deste artifício para “preservar a honra”, mas é preciso ter em mente o seguinte: toda cultura tem coisas boas e também coisas ruins. É fácil se calar e ver o outro morrer, pois é doloroso querer sentir a mesma coisa que o outro sente: este sentimento se chama compaixão. Observe que nossa cultura é “pós-moderna” (individualista, hedonista etc), mas compactua com esta filosofia individualista quem quer. Deus me deu a vida e um sentido para viver muito maior do que satisfazer as minhas próprias vontades, por isto prefiro não cruzar os braços, mas estender as mãos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: