Afinal, eu sei que você quer saber ;)

Filmes Natalinos


Natal chegando e quem não viaja, fica em casa assistindo à TV, navegando na internet. E como todo fim de ano, as emissoras passam filmes relacionados ao Natal, que pessoalmente AMO!
Veja alguns exemplos de filmes natalinos, alguns nem valem a pena assistir.
Bons filmes de Natal

Feliz Natal (Joyeux Noël)

Não confundir com o também excelente Feliz Natal de Selton Mello, que só não está aqui por ser duro demais para as festividades. Joyeux Noël conta a história real de uma trégua na Primeira Guerra Mundial. Na noite de Natal, alemães, franceses e escocêses deixaram a guerra de lado para se confraternizar.

Simplesmente Amor (Love Actually)

Várias histórias de amor se desenvolvem até a chegada do Natal. Amores impossíveis, infantis, internacionais, fraternos e profissionais desfilam na tela e trazem junto a emoção, a dor, a alegria e o sofrimento causados por este sentimento em festas de fim de ano da escola, em confraternizações do trabalho e até em restaurantes.

A Felicidade Não se Compra (It’s a Wonderful Life)

Um homem bom, muito bom, é casado com uma bela mulher, tem uma linda família e ajuda a todos sempre que pode, mas uma desilusão faz com que ele deseje morrer. Um anjo é encarregado de mostrar como a cidade seria sem ele. Se ele se convencer de seu valor, o suicídio é desfeito e o anjo ganha as suas asas. O filme foi baseado em um conto de Phillip Van Doren, escrito em um cartão de natal e é um dos mais reprisados no final do ano.

Um Natal Muito Louco (Christmas with the Kranks)

Comédias bobas também estão sempre presente nas festividades de fim de ano. Neste filme o casal Krank, ao saber que sua filha não virá passar a noite de festa com a família, resolve que não comemorará a data. Só que com isso acabam causando uma bela confusão com a vizinhança. Tim Allen, protagonista deste filme, também sempre dá o ar da graça no final do ano com o cheio de seqüências Meu Papai É Noel.

O Milagre na Rua 34 ou De Ilusão Também se Vive (Miracle on 34th Street)

Com dois nomes diferentes no Brasil o filme conta a história de senhor, barrigudo e de barbas e cabelos brancos que é contratado para fazer as vezes de Papai Noel na loja de departamento Macy’s. Quando tenta convencer a todos que é de fato o bom velhinho é tratado como louco. O filme foi refilmado em 1994.

O Expresso Polar (The Polar Express)

Esse é daquelas animações que deixam as crianças com os olhos brilhantes. Cheio de muitas caras de Tom Hanks o filme conta a história de um menino que não acredita mais em Papai Noel. Ele acorda no meio da noite com o barulho de um trem e, depois de embarcar, faz uma viagem que mudará seu conceito sobre a festividade.

O Estranho Mundo de Jack (The Nightmare Before Christmas)

Esta outra animação tem os toques sombrios já conhecidos de Tim Burton e mistura mais de um feriado. No caso, o rei do Halloween, cansado de sua própria data e disposto a inovar, resolva tomar conta do Natal. O primeiro passo de seu plano é seqüestar o Papai Noel e ocupar o seu lugar. Além dos efeitos de primeira o filme ainda tem uma boa trilha sonora, assinada por Danny Elfman.

Um bom filme natalino que, definitivamente, não agrada todo mundo.

O Grinch (How the Grinch Stole Christmas)

Baseada em um conto de Dr. Seuss, o filme conta a história de um monstro verde e bem diferente dos outros habitantes de Quemlândia que, depois de ser achincalhado na escola na época do Natal, se isola em uma alta montanha e passa a odiar a festividade. Uma menininha da cidade, resolve pesquisar sua história e vai procurá-lo. Para muitos, o filme é gritado demais, para outros é fofo.

Filmes de Natal que não precisavam existir ou, pelo menos, podiam parar de passar

Pode me Chamar de Noel (Call Me Claus)

Que a Whoopie Goldberg gosta de se transformar em outras pessoas já aprendemos em Ghost – Do Outro Lado da Vida, mas ninguém precisa de um título desses em sua filmografia. Uma produtora de televisão contrata um ator para ser o Papai Noel de um programa de televendas. Acontece que ele é o verdadeiro Santa e está se aposentando depois de 200 anos de trabalho duro e precisa achar um substituto.

Esqueceram de Mim (Home Alone)

Esse filme é daqueles que a gente não sabe se é ruim desde sempre, se ficou ruim depois de ser repetido mais de sei lá quantas vezes nas festas, no dia das crianças, em julho e em dezembro e mais umas sete vezes na programação normal da televisão, ou se o problema foi causado pelas desastrosas seqüências. A família esquece o filho em casa ao viajar para Paris para comemorar o Natal e ele tem que se livrar de dois ladrões que querem entrar em sua casa. Três filmes no cinema e um na televisão.

Meu Papai É Noel (The Santa Clause)

Mais um exemplar que foi completamente destruído por suas seqüências e a insistência em reprisá-lo sempre. Um pai desquitado e ausente se transforma no novo Papai Noel e tem que deixar de lado sua antiga vida e cumprir a condição primeira de todo bom velhinho: fazer as crianças felizes. O primeiro filme nem é tão ruim, o problema maior dele é que deu origem a dois filmes completamente desnecessários.

Natal Sagrento (Silent Night, Deadly Night)

Não existiam desculpas que deixavam de ser utilizadas pela poderosa indústria do slash movie na década de 80. Seguindo os passos do bom e velho Jason, um jovem traumatizado com papais noéis é contratado por uma loja e tem que se vestir com a famosa roupa vermelha. Em crise, ele sai matando o maior número possível de pessoas. O filme causou indignação nas donas de casa da época e apavorou várias crianças com o seu teaser, mas é muito mal feito. Uma refilmagem foi finalizada este ano.

O Natal Maluco de Ernest (Ernest Saves Christmas)

Eu acredito que nenhuma coisa feita por este senhor Ernest tenha realmente algum valor. Só as caras e bocas dele já são o suficiente para me deixar irritada, mas faziam um sucesso enorme e divertiram milhares de pessoas. Neste filme, o Papai Noel, já meio esquecido, também quer se aposentar, mas o seu substituto não aceita o cargo e acaba sobrando para Ernest, um taxista palhaço.

Herói por Engano (Santa with Muscles)

No melhor estilo: “meu Deus do céu, o que é isso?”, o filme conta uma inacreditável história de um homem muito malvado, vivido por Hulk Hogan, que não sente pena de seus conterrâneos nem mesmo na época do Natal. Depois de perder a memória em um acidente, porém, ele acha que é o único que pode salvar a cidade de um oponente terrível.

Férias Frustradas de Natal (National Lampoon’s Christmas Vacation)

A família Griswold é mais uma daquelas que cansaram a audiência pela insistência. Com cinco filmes na “série”, um deles foi destinado exclusivamente ao Natal, é claro. As mesmas situações e mais algumas bem absurdas acontecem quando eles tentam ser a família responsável pela melhor decoração. Até provoca risadas, mas não precisava.

Fonte

Feliz Natal a todos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: